quinta-feira, 3 de novembro de 2016

3ª Guerra Mundial - Realmente inevitável? Devemos nos preocupar com uma suposta iminente 3ª Guerra Mundial? Vamos aos fatos!


É evidente que o púbico quase que em geral optam conscientemente dando espaço para uma expectativa insana quando o assunto se trata por exemplo da moda da vez - a famigerada e desejada 3ª Guerra Mundial, em função das duas maiores potencias mundiais como atualmente o USA de Obama e a Rússia de Putin. 

Vamos refletir e analizar melhor os fatos em questão com a razão e responsabilidade, sem envolver as emoções, especulações e crenças populares que circulam por aí nos noticiários. 

Quem emerge esses tipos de assuntos quanto à uma possível 3ª Guerra mundial é apenas o povo desinformado e paranoico em busca sempre de adrenalina com intuito de sair do tédio de que a qualquer momento pode se iniciar uma grande catástrofe a nível global ou uma iminente guerra mundial. Quando não é o fim do mundo, no lugar vem a tão desejada 3ª Guerra Mundial. rs 
Será que não basta as duas Grandes Guerras Mundiais? 

Há uma grande diferença do que se deseja ao que de fato está mesmo ocorrendo no mundo entre as nações, e especialmente entre as duas grandes potencias mundiais, que tem atualmente ganhado grande destaque nas mídias e também na internet. 

Toda e qualquer mudanças em um país há sim, uma inquietação generalizada, gerando um certo abalado interno e que com isso se repercute internacionalmente, só que de forma muitas vezes sem a real dos fatos, dando chance e abertura para sensacionalistas distorcerem os fatos, criando e formando informações sem base lógica e desencontrada da realidade. 

Quando uma nação está passando por uma crise é obvio que o líder de uma nação como no caso do Líder do comando supremo Vladimir Putin, ele tem que se manter forte e seguro diante do povo, e ao mesmo tempo expressando-se com tom um tanto quanto "ameaçador"
E isso é realmente da parte dele e de qualquer outro líder, em se utilizar desse tipo de estratégia para que as outras nações pensem duas vezes antes de querer fazer qualquer coisa contra uma nação "fragilizada". E é bem nessas horas que as campanhas militares entra em ação para mostrar ao mundo, que estamos realmente em crise sim, mas nunca fracos e nem desprotegidos, porque temos ogivas e termonucleares, e estamos armados até os dentes, então nem pense nisso, meu amigo....!!! rs 

Mas tanto o Obama e o Putin, sabem e muito bem que uma guerra seria o fim principalmente para a Rússia e consequentemente para o Mundo em si. Com todos aparatos tecnológico bélicos militares que se tem hoje em dia, seria a extinção global. 

Uma guerra não é só dar voz de comando em declarar guerra ao inimigo, o mesmo implicaria astronomicamente uma série de coisas em que o povo não leva em consideração a tudo que uma guerra gera e exige para ser realizado com sucesso, isso em uma guerra no formato padrão, no entanto o público pensam como se uma guerra fosse apenas mandar homens em combate e que vença o "melhor"! 

É notório em relação a blogs, sites, grupos de facebook, foruns, e qualquer outro tipo de rede sociais, é mais notícias sensacionalista e com um tom totalmente alarmista do que realmente é ou que pode realmente acontecer ou não de fato. Quanto ao presidente russo um dia pensar em declarar guerra contra os USA, seria pura insanidade e suicídio em expor o país com reais problemas a uma guerra contra os USA. E porque eu digo isso??! Hoje em dia não teríamos combates corpo a corpo se utilizando de armas bélicas tradicionais e tecnológicas. 
Tanto o Putin e o Obama sabem e muito bem que não teríamos mais guerras que duravam anos e anos de combates, porque as nações mais poderosas do mundo tem em seu poder as ogivas nucleares, bombas atômicas e também tem a bomba mais letal e poderosa que a bomba atômica; a bomba de hidrogênio.
Até hoje, nenhuma explosão superou a potência da "Bomba-Czar", uma bomba de hidrogênio de 50 megatons (o equivalente a 50 milhões de toneladas de dinamite) detonada durante um teste do governo soviético em outubro de 1961. 

Essa bomba, por sinal, era 3 mil vezes mais poderosa que a lançada sobre Hiroshima em agosto de 1945, a primeira vez que uma arma nuclear foi usada em situação de conflito. 

Então meu amigo....não teremos mais guerras de forma em que conhecemos com combates que duravam até anos, porque as potencias mundiais que são portadoras de armas atômicas de última geração, não se é mais possível existir guerras no mesmo padrão que antes, mas seria conflitos relâmpagos, onde ao mesmo tempo não se há vencedores, mas um suicídio de ordem global. 

Então na minha opinião, as nações que possuem esse tipo de armas nucleares, são apenas para intimidar e se protegerem de forças inimigas, e não para se valerem das mesmas na prática em guerras, porque seria a extinção em massa no mundo. Se a intenção é vencer uma guerra e conquistar territórios ou até mesmo o mundo como queria Adolf Hitler, não se utiliza armas nucleares para tal fim. 

Então a Rússia e os Estados Unidos, sabem que seira para ambos uma "guerra" sem sentido, sem vencedores e de prejuízos sem precedentes na história da humanidade. E num combate tradicional na minha opinião a Rússia não teria a menor chance de vencer o atual USA....pelas diferenças tecnológicas de armas bélicas em quase todos os requisitos de poder armamentísticas. Então não acredite em tudo que se é divulgado por aí como algo verdadeiro e absoluto, porque é mais torcida e um coletivo desejo pra que tudo realmente aconteça, e em que os sensacionalistas se aproveitando dos incautos alimentando ainda mais a cultura do medo. 

 - Renato Brito 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.